Participação no Podcast Strippers

Podcast Strippers

Recentemente participei do podcast Strippers, do Digo Freitas, junto com o meu amigo e camarada do Petisco, Daniel Esteves.

O tema do podcast foi eventos de quadrinhos, e nós falamos sobre nossa experiência participando e vendendo nossas obras em eventos (e não só de quadrinhos) desde a década passada. Também comparamos a diferença entre os eventos de antigamente com os de hoje em dia.

Se você ainda não conhece o podcast Strippers, vale a pena também escutar os episódios anteriores, pois eles trazem bastante informação legal sobre esse nosso mundo dos quadrinhos, com convidados sempre interessantes.

CCXP Tour Nordeste

CCXP Tour

Dos dias 13 a 16 de abril eu estarei em Recife participando da CCXP Tour Nordeste, que acontecerá no Centro de Convenções de Pernambuco.

Vocês poderão me encontrar no Artist’s Alley, na mesa D18, junto com o Mário Cesar, e ao lado dos meus companheiros de Petisco, Mario Cau e Daniel Esteves. Estarei vendendo meus quadrinhos Homem-Grilo & Sideralman, Nova Hélade e Cosmogonias. Também terei na minha mesa a antologia Petisco Apresenta e as duas edições do gibi do Demetrius Dante.

Vejo você por lá.

Novo Gibi do Demetrius Dante

Demetrius Dante #02

O novo gibi de Demetrius Dante, o detetive do absurdo criado pelo Will, já está em pré-venda.

Essa edição conta com uma história escrita por mim. Depois de escrever uma história de super-herói com o Homem-Grilo & Sideralman onde não há nenhuma ação nem lutas, agora escrevi uma história de detetive com o Demetrius Dante no qual nada é investigado. Ou seja, basicamente estou me especializando em fazer roteiros anticlímax.

Nessa HQ teremos a participação do imortal aedo Homero, mais um dos coadjuvantes que inclui no universo do Demetrius, assim como sua irmã clarividente Cassandra, o “cãosomem” vira-lata Bicudo, a faraó-feiticeira reencarnada como gata Hatshepsut, entre muitos outros que ainda estão por vir.

Essa história aborda um tema que é recorrente em minhas HQs, a criação artística. De fato somos capazes de criar algo do nada? Ou estamos apenas reciclando formas e estruturas tão antigas quanto a própria humanidade? Por fim, é uma história também sobre enxergar a arte e as cores de uma cidade como São Paulo, apesar de um certo “gestor” estar tentando torná-la cada vez mais cinzenta.