Tempos Modernos

No filme Tempos Modernos, faz uma crítica às transformações sociais e culturais advindas da segunda revolução industrial e o modo de produção fabril nas primeiras décadas do .

O filme começa mostrando Carlitos (personagem de Chaplin) trabalhando como operário numa típica fábrica de linha de montagem. O processo repetitivo do movimento de apertar os parafusos das peças com uma chave de rosca faz com que o personagem fique estressado e passe a repetir aquele movimento o tempo todo. Esta primeira parte do filme possui a cena que certamente é uma das mais brilhantes metáforas da vida moderna. É quando Carlitos atrapalhadamente é sugado para dentro das engrenagens da máquina, uma clara advertência (e porque não dizer também, uma previsão) do que estava acontecendo com o homem, sendo sugado para dentro da maquina do sistema capitalista, se tornando parte dele, mas de uma forma desumana, robótica, como se fosse apenas mais uma de suas engrenagens.

Nas cenas da fabrica percebemos também a crítica que Chaplin faz ao controle do tempo. O homem se torna escravo do relógio, tendo seu tempo exato para o trabalho, e para as pausas, que, aliás, são reduzidas cada vez mais, e até mesmo numa tentativa de eliminá-la por completo, como na cena em que o dono da fábrica faz o teste de uma máquina que permite que seus operário comam enquanto ainda estão trabalhando. É a utilização da tecnologia pra sistematizar cada vez mais o tempo. Outra situação que Chaplin antecipa nesta parte do filme é a constante vigilância. O dono observa tudo o que acontece em sua fabrica através de um sistema interno de vídeo, como se fosse o de .

Sofrendo de stress, Carlitos vai parar numa clínica de reabilitação. Quando sai de lá, encontra uma situação de total desemprego, devido a que se seguiu após a quebra da bolsa em . De volta as ruas, ele acaba acidentalmente sendo confundido com um líder comunista e é preso. Aqui vemos um dos poucos momentos em que a crítica de Chaplin se volta para o ao invés do . Apesar de ter sido acusado diversas vezes de , principalmente durante o , Chaplin não se considerava um comunista, alegando que na verdade era um .

Na prisão temos uma grande ironia. No momento em que será solto, Carlitos diz ao delegado que prefere continuar na prisão. É como se ele se sentisse mais livre lá dentro, do que no mundo lá de fora. Mas ele tem que seguir a regras do sistema, e acaba saindo da prisão.

Lá fora ele irá conhecer uma moça órfã que irá desencadear a segunda parte do filme, onde a crítica se volta para o modo de vida burguês com o seu ideal de família, com o homem provedor, que trabalha fora para sustentar a esposa e os filhos, e a mulher dona de casa, protetora do lar. E aqui também cabe o ideal de casa, recheada com os mais modernos eletrodomésticos.

Esse ideal é alcançado pelos dois protagonistas quando Carlitos vai trabalhar como segurança na loja de departamentos, ainda que de uma forma ilusória. Ali naquela loja estão todos os desejos de consumo do homem e da família moderna. Eletrodomésticos, móveis, e até mesmo os brinquedos, como os patins com que Carlitos se diverte, como se aproveitasse a infância que não pode ter. Eis então que um grupo de assaltantes invade a loja. Um deles, no entanto, é um antigo companheiro de Carlitos na fabrica, e que acabou perdendo seu emprego. Aqui vemos outra crítica de Chaplin, mostrando que o sistema capitalista gera os seus próprios marginais, principalmente porque, por mais contraditório que pareça, aquele que se torna marginal, o faz justamente para poder se ver integrado ao sistema, pois ele possui as mesmas necessidades, e os mesmo desejos de consumo de qualquer outra pessoa. Desejo esse que o sistema capitalista criou nele.

Por fim, Carlitos tenta no final do filme, trabalhando como garçom, mais uma vez se integrar ao modo de vida capitalista. Mas ele, diferente da órfã, não se adapta aquela “vida moderna”. Coincidentemente, ou não, este seria o último filme que Chaplin utilizaria o seu personagem clássico, o que reforça ainda mais a mensagem do fim do filme, de que o mundo de hoje não tem lugar para um venturoso vagabundo.

Dados Técnicos

DVD Tempos Modernos.
Cor: Preto & Branco.
Ano de Lançamento: 2004.
Recomendação: Livre.
Região do DVD: Região 4.
Legenda: Inglês, Francês, Espanhol, Português, Chinês, Tailandês, Coreano.
Idiomas / Sistema de Som: Inglês – Dolby Digital 5.1, Francês – Dolby Digital 5.1.

Dia da Toalha

Vocês sabiam que amanhã é o Dia da Toalha? Não? Pois é, agora já estão sabendo. O dia foi escolhido para celebrar um tributo em memória ao genial . Mas no que consiste esta celebração? Simples, basta que você carregue uma toalha consigo o dia inteiro.

Mas que coisa mais idiota, vocês hereges que nunca leram O Guia do Mochileiro das Galáxias, devem estar pensando. Pois se tivessem lido, saberiam que a toalha é objeto mais importante do universo. Por isso, sempre ando com a minha toalha para onde quer que eu vou. E amanhã, não será diferente. Então, feliz Dia da Toalha!

Indicados ao HQMix 2006

Já saiu os indicados a 18° edição do Troféu HQMix, que premia os profissionais atuantes no mercado de quadrinhos brasileiro. A entrega do prêmio já está agendada para o dia 11 de julho, às 20h no Sesc Pompéia. Segue logo abaixo a relação completa dos indicados em cada categoria. Destacado em negrito estão quais seriam as minhas escolhas. Na maioria tentei fugir das figurinhas carimbadas, mas em algumas categorias não teve jeito. Nas categorias que não há destaque, é porque decidi me abster por falta de conhecimento. E você? Quais são suas escolhas?

1) DESENHISTA NACIONAL
Allan Sieber (Vida de Estagiário)
Fábio Moon & Gabriel Bá (Rolando)
Ivan Reis (Superman)
Marcello Quintanilha (Salvador)
Miguel (Leugim) (Vida e Morte Severina)
Mike Deodato (Hulk)
Spacca (Santô e os Pais da Aviação)

2) DESENHISTA ESTRANGEIRO
Cary Nord (Conan, o Cimério)
Chris Sprouse (Top Ten)
Eduardo Risso (100 Balas)
Hiroaki Samura (Blade – A Lâmina do Imortal)
Jacques Tardi (O Grito do Povo)
John Cassaday (Planetary e Surpreendentes X-Men)
Milo Manara (Bórgia)

3) ROTEIRISTA NACIONAL
André Diniz, de Chalaça, o amigo do imperador (Conrad)
Caco Galhardo, Dom Quixote (Peirópolis)
Gonçalo Junior, de Claustrofobia (Devir)
Marcatti, Mariposa (Conrad)
Osmarco Valadão, The Long Yesterday (Comic Store)
Spacca, de Santô e os Pais da Aviação (Companhia das Letras)
Wellington Srbek, Muiraquitã Especial e Monstros (independente)

4) ROTEIRISTA ESTRANGEIRO
Alexandro Jodorowski (Bórgia)
Giancarlo Berardi (Julia – Aventuras de uma Criminóloga)
Gianfranco Manfredi (Mágico Vento)
J.M Straczynski (Rising Star e Esquadrão Supremo)
Kazuo Koike (Lobo Solitário)
Michael Bendis (Powers e Demolidor)
Osamu Tezuka (Buda)

5) DESENHISTA REVELAÇÃO
Fábio Lyra (Mosh!)
Joacy Jamys (Independente)
José Aguiar (vencedor Mundo dos Quadrinhos)
Julia Bax (Kaos e Quabra-Queixo)
Manoel Magalhães (The Long Yesterday)
Rafael Coutinho (Bang Bang)
Rod Pereira (Ronin Soul)

6) CHARGISTA
Angeli (SP)
Chico Caruso (RJ)
Jean (SP)
Paulo Caruso (SP)
Rico (MG)
Seri (SP)
Simanca (BA):

7) CARICATURISTA
Baptistão (SP)
Dálcio Machado (Campinas/SP)
Fernandes (SP)
Gilmar Fraga (RS)
Gustavo Duarte (SP)
Lézio (MG)
Quinho (MG)

8) CARTUNISTA
Biratan (PA)
Dálcio (Campinas/SP)
Arnaldo Branco (RJ)
Jota A (PI)
Leonardo (RJ)
Benett (SP)
Spacca (SP)

9) ILUSTRADOR
Biry
Cavalcante
Kako
Orlando
Patrícia Lima
Rogério Nunes
Walter Vasconcelos

10) ILUSTRADOR DE LIVRO INFANTIL
Alcy Linares, por Coleção Crescer (Salamandra)
Cárcamo, por Os amantes do lago Rotorua (SM) e A fantasia do Urubu Beleza (Melhoramentos)
Daniel Bueno, por O pequeno fascista (Cosac Naify)
Graça Lima, por Abre a boca e fecha os olhos (Companhia das Letrinhas)
Orlando, por Pollyanna (Ática)
Rogério Borges, por Para olhar e olhar de novo (Moderna)
Samuel Casal, por História de fantasia e mistério (Scipione)

11) REVISTA INFANTIL
Chico Bento (Globo)
Minnie (Abril)
Mônica (Globo)
O Menino Maluquinho (Globo)
Scooby-doo (Panini)
Smilingüido (Panini)
Tio Patinhas (Abril)

12) PUBLICAÇÃO DE CLÁSSICO
As Aventuras de Tintim – O Lótus Azul (Companhia das Letras)
Ás Inimigo (Opera Graphica)
Elektra Assassina (Panini)
Fabulous Furry Freak Brothers Vol II – A viagem continua (Conrad)
Maus (Companhia das Letras)
Mr. Natural vai para o hospício e outras histórias (Conrad)
O Melhor da Disney – As Obras Completas de Carl Barks (Editora Abril)

13) PUBLICAÇÃO DE HUMOR
F (Independente)
Groo – Impostos! Pague até para morrer (Opera Graphica)
Mad (Mythos)
Pif Paf, de Millor (Salão Carioca)
Sem Comentário, de Allan Sieber (Casa 21)
Tarja Preta (Independente)
Vida de Estagiário, de Allan Sieber (Conrad)

14) PUBLICAÇÃO MIX
Caô (independente)
Clériston e a banda dialógica (independente)
Front 16 – Morte (Via Lettera)
Kaos (Mantícora)
Marvel Max (Panini)
Mosh! (independente)

15) PUBLICAÇÃO DE TERROR
Criaturas da Noite (Ediouro)
Dylan Dog (Mythos)
Espíritos (independente)
Manticore (independente)
Monstros (independente):

16) REVISTA DE AVENTURA
Buda (Conrad)
Conan, o Cimério (Mythos)
Demolidor (Panini)
J. Kendall – Aventuras de uma Criminóloga (Mythos)
Ken Parker (Tapejara)
Lobo Solitário (Panini)
Mágico Vento (Mythos)

17) PUBLICAÇÃO DE TIRAS
Maria – Espirituosa há 30 anos (Marca de Fantasia)
Hugo para principiantes, de Laerte (Devir)
Níquel Náusea – A Perereca da Vizinha , Fernando Gonsales (Devir)
Pau pra toda obra, de Gilmar (Devir)
Radicci – Zona Rural, de Iotti (L&PM)
Rango 35 anos, de Edgar Vasquez (L&PM)
Rocky & Hudson, de Adão Iturrusgarai (Devir)

18) EDIÇÃO ESPECIAL NACIONAL
Bang Bang (Devir)
Chalaça, o amigo do Imperador (Conrad)
Dom Quixote em Quadrinhos (Peirópolis)
Morte e Vida Severina em Quadrinhos (Independente)
Santô e os Pais da Aviação (Companhia das Letras)
Sertão Vermelho 2 (independente)
The Long Yesterday (Comic Store)

19) EDIÇÃO ESPECIAL ESTRANGEIRA
Bizarro Comics (Opera Graphica)
Bórgia – Sangue para o Papa (Conrad)
Gotham City contra o Crime (Panini)
Maus (Companhia das Letras)
Rising Stars Vol. 1 (Mythos)
Sandman – Prelúdios e Noturnos (Conrad)
WE3 – Instinto de Sobrevivência (Panini)

20) MINISSÉRIE
Arthur – Uma Epopéia Celta (Ediouro)
Conan – Os Demônios de Khitai (Mythos)
Crise de Identidade (Panini)
Ring – O Chamado (Conrad)
Superman – Identidade Secreta (Panini)
Wanted – Procurado (Mythos)
Wolverine – O Fim (Panini)

21) PUBLICAÇÃO SOBRE QUADRINHOS
100 Respostas sobre Batman (Abril)
Anime Invades (Editora Europa)
Grandes Sagas DC (Abril)
Kaboom (Editora Eclipse)
Quadreca (Editora-Laboratório Com-Arte da ECA/USP)
Replicante (Brainstore)
Wizard (Panini)

22) PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE
F.
Gorjeta
Monstros
Mosh!
O Contínuo
Tarja Preta
Voodoo!

23) FANZINE
Edição Quadrinhos
Justiça Eterna
Manicomics
Ossostortos
Subterrâneo
Um Triste Homem em Las Vegas
Zine P

24) PROZINE (FANZINES COM IMPRESSÃO MAIS ELABORADA E COM PARTICIPAÇÃO DE PROFISSIONAIS)
Alboom (ABRA)
Areia Hostil
Bira Zine
Cabal
O Martelo
Orbital
Santo do Pau Oco

25) PROJETO GRÁFICO
As Aventuras de Tintim (Companhia das Letras)
Bizarro Comics! (Opera Graphica)
Coleção Cidades Ilustradas – Salvador e Belem (Editora Casa 21)
Coleção Sandman (Conrad)
Grito do Povo (Conrad)
Guia Oficial DC Comics Roteiros e Desenhos (Opera Graphica)
Marvels 10 Anos (Panini)

26) ÁLBUM DE AVENTURA
100 Balas – A Seis Passos da Morte (Opera Graphica)
Batman Ano Um (Panini)
Marvels 10 Anos (Panini)
Planetary (Devir)
Powers (Devir)
Sin City – A Grande Matança (Devir)
Tintim – Os Charutos do Faraó (Companhia das Letras)

27) ÁLBUM INFANTIL
Cabeça Oca, de Christie Queiroz (independente)
Cine Gibi 2 (Globo)
Luana e sua Turma (revista independente e publicação infantil)
Mendelévio, de João Marcos (independente)
Pequeno Vampiro (Jorge Zahar Editores)
Rei Arthur na Coleção Clássicos em Quadrinhos (Ática)
Turma do Xaxado – Pelourinho em quadrinhos (Independente):

28) PUBLICAÇÃO DE CHARGES
Alcy – Vida de artista (Devir)
Brasil em Preto e Branco, de Fred (independente)
Cara & Coroa, de Jota A (independente)
Charges do Lance, de Gustavo e Mario Alberto (Lance!)
Diabo Coxo (Edusp)
Política Zero – A crise nas charges da FSP, de Glauco (Devir)
Traço Extra – Fausto (independente)

29) PUBLICAÇÃO DE CARTUNS
Alcy: Vida de Artista (Devir)
Cada um no seu lugar, Deixem-me Inventar e Sim, Amor, de Quino (Martins Fontes)
Cara & Coroa, de Jota A (independente)
O Sexo depois do Viagra (Ediouro)
Sem Comentários, de Allan Sieber (Casa 21)
Traço Extra – Fausto (independente)
Uma Do”s”e de Humor Mineiro (independente)

30) LIVRO TEÓRICO
A Saga dos Super-Heróis Brasileiros, de Roberto Guedes (Opera Graphica)
Cultura Pop Japonesa, vários autores (Hedra)
Dicionário do Morcego, de Silvio Ribas (Flama)
Narrativas Gráficas, DE Will Eisner (Devir)
Os Guias DC de Roteiro e Desenhos (Opera Graphica)
Reinventando os Quadrinhos, de Scott McCloud (M. Books)
Tentação à Italiana, de Gonçalo Junior (Opera Graphica)

31) TIRA NACIONAL
Aline, de Adão Iturrusgarai
Animatiras, de Jean Galvão
Mano a Mano, de Luscar
Níquel Náusea, de Fernando Gonsales
Ócios do Ofício, de Gilmar
Piratas do Tietê, de Laerte
Vida de Estagiário, de Allan Sieber

32) PROJETO EDITORIAL
Cidades Ilustradas (Casa 21)
Clériston e a banda dialógica (independente)
Grandes clássicos (Panini)
Minha Vida, de Robert Crumb (Conrad)
O Melhor da Disney – As Obras Completas de Carl Barks (Abril)
Republicação de Tintim (Companhia das Letras)
Série Ken Parker (Tapejara)

33) ANIMAÇÃO
Anabel
Dia D, de Céu D’Ellia e Suvaca di Prata
Igarassu, de Lula Gonzaga
Nave Mãe, de Otto Guerra
O Boto, de Humberto Avelar
Pixcodelics, de Marco Alemar e Caio Mário Paes
Vinhetas Nacionais Cartoon

34) EXPOSIÇÃO
Ilustrando em Revista (Editora Abril e FAAP, SP)
O que é o Brasil (Senac, 50 quadrinhistas brasileiros)
Exposição Lourenço Mutarelli no 4º FIQ, de Minas Gerais
Dessinateurs Brésiliens dans le 24éme Salon International de la Caricature du Dessin de Presse et d’Humour.por Wagner passos na França
Exposição Henfil do Brasil, CCBB
Exposição de Quadrinhos Super-heróis entre nós, Ivan Cabral, Bienal do Livro e Quadrinhos
Instalação Altos e Baixos do Baixo Clero no Poder – A Capela Severina (Paulo Caruso), no 32° salão Internacional de Humor de Piracicaba

35) EVENTO
2ª Feira do Livro Infantil, Juvenil & Quadrinhos de São Paulo
Alboom! – III Mostra de Quadrinhos
Anime Friends/2005
II Festival Internacional de Quadrinhos, Belo Horizonte/MG
Ilustra Brasil 2
Mundo dos Quadrinhos – 2005
Pizzada / 6º Encontro Anual dos Cartunistas

36) SALÃO DE HUMOR
13º Salão Universitário de Humor de Piracicaba
16° Salão Carioca de Humor
1º Festival de Humor de Porto de Galinhas
23º Salão de Humor do Piauí
32° Salão Internacional de Humor de Piracicaba
III Festival Internacional de Humor Gráfico das Cataratas do Iguaçu
VII Festival Internacional de Humor e Quadrinhos de Pernambuco

37) ADAPTAÇÃO PARA OUTRO VEÍCULO
Adult Swim, do Cartoon Network, com os cartunistas Angeli, Adão Iturrusgarai, Glauco, Laerte; e Caco Galhardo – estúdio de animação Daniel Messias.
Cine Gibi 2, da Turma da Mônica
Avenida Dropsie: um bairro, um universo, Will Eisner,Teatro Popular do Sesi
Batman Begins
Constantine
Quarteto Fantástico
Sin City – A Cidade do Pecado

38) SITE DE QUADRINHOS
Areia Hostil (http://www.areiahostil.com.br)
Candyland (http://www.candyland.com.br/quadrinhos/hq.htm)
Cortante (www.cortante.com.br/)
Joacy Jamys (http://www.joacyjamys.com.br/)
Nona Arte (www.nonaarte.com.br)
Pixels (http://www.pixels.com.br/)
Quadrinhos Institucionais (http://www.andrehq.com/)

39) SITE SOBRE QUADRINHOS
Bigorna (www.bigorna.net)
Fábrica de Quadrinhos (www.fabricadequadrinhos.com.br)
Herói (www.heroi.com.br)
HQ Maniacs (www.hqmaniacs.com)
Sobrecarga (www.sobrecarga.com.br)
Universo HQ (www.universohq.com)
Zine Brasil (http://zinebrasil.zip.net)

40) BLOG / FLOG DE ARTISTA GRÁFICO
Allan Sieber (http://talktohimselfshow.zip.net)
Solda (http://cartunistasolda.blogspot.com/)
Felipe Cunha (http://www.felipecunha.blogger.com.br)
Gabriel Bá e Fábio Moon (http://10paezinhos.blog.uol.com.br)
Gustavo Duarte (http://mangabastudios.blog.uol.com.br)
Kemp (http://www.kemp.cjb.net)
Rafael Sica (http://rafaelsica.zip.net)

41) SITE DE AUTOR
Adão Iturrusgarai (www.adaoonline.com.br)
Biratan (http://www.biratan.com.br)
Bruno D’Angelo (www.yellojello.com.br)
Fido Nesti (www.fidonesti.com.br)
Galvão (www.vidabesta.com/)
Ronaldo (http://www.ronaldocartoons.com.br/)
Samuel Casal (http://www.samuelcasal.com)

42) JORNALISTA ESPECIALIZADO NO SEGMENTO
Carol Almeida (Jornal do Commercio)
Jones Rossi (Jornal da Tarde)
Marcelo Castilho Avellar (Estado de Minas)
Marcelo Costa Ribeiro (O Dia – Teresina)
Marco Aurélio Canonico (Folha de S.Paulo)
Marko Ajdaric (Neorama e Bigorna)
Sidney Gusman (Universo HQ e Wizard)

43) EDITORA DO ANO
Companhia das Letras
Conrad
Devir
Ediouro
Mythos
Opera Graphica
Panini

Tags: , , , ,

Dinamite Pangaláctica

“Eis o que diz a Enciclopédia Galáctica a respeito do álcool: é um liquido volátil e incolor formado pela fermentação dos açúcares. Acrescenta ainda que o álcool tem o efeito de inebriar certas formas de vida basedas em carbono.

O Guia do Mochileiro das Galáxias também menciona o álcool. Diz que o melhor drinque que existe é a Dinamite Pangaláctica. Afirma que o efeito de beber uma Dinamite Pangaláctica é como ter seu cérebro esmagado por uma fatia de limão colocada em volta de uma barra de ouro.

O Guia do Mochileiro também lhe dirá quais os planetas em que se preparam as melhores Dinamites Pangalácticas, quanto irá custar uma dose e quais as ONGs existentes para ajudar você a se recuperar posteriormente.”

Always Look on the Bright Side of Life

They can really make you mad
Other things just make you swear and curse.
When you’re chewing on life’s gristle
Don’t grumble, give a whistle
And this’ll help things turn out for the best…

And… always look on the bright side of life…
Always look on the light side of life…

If life seems jolly rotten
There’s something you’ve forgotten
And that’s to laugh and smile and dance and sing.
When you’re feeling in the dumps
Don’t be silly chumps
Just purse your lips and whistle – that’s the thing.

And…always look on the bright side of life…
Always look on the light side of life…

For life is quite absurd
And death’s the final word
You must always face the curtain with a bow.
Forget about your sin – give the audience a grin
Enjoy it – it’s your last chance anyhow.

So always look on the bright side of death
Just before you draw your terminal breath

Life’s a piece of shit
When you look at it
Life’s a laugh and death’s a joke, it’s true.
You’ll see it’s all a show
Keep ‘em laughing as you go
Just remember that the last laugh is on you.

And always look on the bright side of life…
Always look on the right side of life…
(Come on Brian, cheer up!)
Always look on the bright side of life…
Always look on the bright side of life…
(Worse things happen at sea, you know.)
Always look on the bright side of life…
(I mean – what have you got to lose?)
(You know, you come from nothing – you’re going back to nothing. What have you lost? Nothing!)
Always look on the right side of life…