Oficinas de Quadrinhos no SESC Ribeirão Preto

UMQDHQ! 2012

Neste mês de julho eu irei ministrar duas oficinas no SESC Ribeirão Preto, como parte do evento UMQDHQ!.

A primeira das oficinas, que será realizada no próximo fim de semana, dias 7 e 8, das 14h às 17h, será a de Webcomics & Quadrinhos Digitais. É a mesma oficina que eu já havia ministrado lá no SESC Ribeirão Preto no ano passado, mas desta vez ela terá um dia a mais, o que irá me permitir desenvolver melhor os temas abordados.

A segunda oficina se chama Como Escrever Histórias Originais Utilizando Clichês, e será ministradas nos dias 21 e 22, também das 14 às 15h. Eu já ministrei essa oficina antes na Quanta Academia, e em eventos como a Maratona Devir e o Encontro Internacional de RPG. A proposta dela é mostrar que uma história não precisa ser necessariamente original para ser boa (e, afinal, existe história original?). Assim, irei mostrar como usar estruturas narrativas e arquétipos presentes em histórias tão antigas quanto a própria humanidade para criar a suas próprias histórias a partir de sua própria vivência.

Além das minhas oficinas, o evento UMQDHQ! trará diversas outras oficinas relacionadas a quadrinhos no SESC Ribeirão Preto.

Relatório Rio Comicon 2010

Estande do Quarto Mundo na Rio Comicon.
Estande do Quarto Mundo na Rio Comicon.

Adorei a semana em que estive no Rio participando da Rio Comicon. Apesar de todas as falhas que o evento teve (muitas, compreensíveis, presentes em qualquer evento de grande porte), posso considerar que, ao menos pra mim, o saldo final do evento foi positivo em diversos fatores.

Viajei para o Rio de Janeiro junto com Daniel Esteves e com o Will, e todos nós ficamos hospedados na casa da Ana Recalde (e valeu novamente pela hospedagem, Aninha, que Zeus Xenios, considerados pelos antigos gregos como o patrono dos viajantes e dos que hospedam os estrangeiros, te proteja!). Como havia dito no meu último post, fui para a Rio Comicon para vender meus quadrinhos no estande do Quarto Mundo (apesar de não mais fazer parte do coletivo, me foi cedido vender meus quadrinhos no estande deles, e em troca eu trabalhei na administração do estande e colaborei vendendo as demais revistas do Quarto Mundo, que afinal, é algo que eu já fazia quando ainda era do coletivo). E posso dizer que bati todos os recordes de vendas nessa Rio Comicon, sendo que algumas das revistas, bottons e chaveiro que eu levei se esgotaram completamente. E o mesmo pode ser dito de todo o estande do Quarto Mundo, que vendeu bastante, mesmo das revistas mais antigas, mas que, ao que parece, ainda não eram tão conhecidas do público do Rio, fazendo com que mesmo essas revistas ainda fossem novidades pra eles.

Também ministrei duas oficinas lá na Rio Comicon. A primeira, que já estava na programação oficial, foi sobre Webcomics, e estava lotada. Não esperava que tanta gente fosse se interessar pelo tema (em geral as oficinas mais concorridas costumam ser as de temas mais básicos, como roteiro ou desenho). A sala da oficina estava tão cheia, que algumas pessoas tiveram que se sentar no chão. E alguns, infelizmente, acabaram ficando sem a apostila da oficina, pois a organização do evento não havia impresso exemplares extras.

E quase que uma falha na conexão com a Internet do meu EeePc acabou estragando a oficina, mas graças a ajuda do quadrinistas Marcos Noel, que estava assistindo a minha oficina e cedeu gentilmente o seu notebook para que pudesse usar no lugar do meu, tudo ocorreu como programado e eu consegui mostrar todos os exemplos e sites de webcomics que eu queria. No fim, pelos comentários que recebi, apesar de básica, a oficina se mostrou bem proveitosa para galera, e ajudou mesmo aqueles que já estavam publicando suas webcomics e já tinham alguma experiência no assunto.

Cadu Simões ministrando uma oficina de webcomics na Rio Comicon.
Oficina de Webcomics.

Outra oficina que ministrei foi a de Fanzine. Originalmente era para essa oficina ser ministrada pelo Marcos Venceslau, mas como ele não pode ir, eu e o Will acabamos substituindo ele. Aqui a pegada já foi bem diferente da oficina de webcomics, e abandonamos completamente o computador e as novas tecnologias, e focamos no bom e velho fanzininho feito de papel. Ensinamos a galera como se montar o boneco de um fanzine simples, e também como dobrar, cortar, e as melhores formas de reproduzir e fazer cópias (como mimiógrafo, xerocs, impressão a laser, etc). Essa oficina de fanzine não tinha tanta gente, ainda mais se comparada com a de webcomics, mas isso foi bom, pois assim deu para dar mais atenção a cada aluno individualmente, e também fazer eles botarem a mão na massa, e ao final da oficina, cada um saiu com seu próprio fanzine prontinho pra ser copiado e vendido.

Muito se comentou sobre a falta da participação das editoras na Rio Comicon. Eu já imaginei que isso fosse ocorrer devido ao histórico de não participação das editoras em eventos de quadrinhos pelo Brasil, como tem, por exemplo, ocorrido com o FIQ, evento realizado pela mesma equipe de pessoas que organizaram a Rio Comicon. Salvo raras exceções, a maioria das editoras, e seus editores, não possuem o hábito de estarem presentes nesses eventos com estandes, para que possam vender seus quadrinhos diretamente aos seus leitores (de preferência com desconto, já que no evento pode ser reduzido do preço de capa todos os custos com distribuidoras, livreiros, entre outros intermediários) e também atender aos quadrinistas interessados em apresentar seus projetos e portfólios a essas editoras.

Na seção de comentários do Blog do Universo HQ, sobre a crítica da Rio Comicon feita pelo Sidão e pelo Delfin, o Roberto Ribeiro, principal mentor do evento, respondeu que entrou em contato com as editoras de quadrinhos e encontrou dificuldades em convencê-las em participar da Rio Comicon (e ele ressalta que o mesmo já havia ocorrido com o FIQ, como salientei acima). Roberto disse que o principal motivo da não participação das editoras é uma desconfiança no potencial comercial de eventos do gênero. Se for esse mesmo o motivo, é uma pena, pois mostra como os editores possuem uma visão estreita. Não adianta os editores reclamarem do mercado de quadrinhos, se eles mesmo não investem no seu crescimento, e participar de eventos é uma boa forma de se fazer isso.

Até o momento a única resposta que houve a esse comentário do Roberto por parte de uma editora foi da Cia da Letras, em um comentário deixado também no Blog do Universo HQ pela Diana, que cuida da parte de redes sociais da Cia das Letras. Diana diz nesse comentário que a editora entrou em contato com a Rio Comicon diversas vezes perguntando sobre quais eram as possibilidades para a Cia da Letras montar um estande próprio no evento, e segundo ela, diversas vezes a organização respondeu que ia passar a eles essas informações, mas nunca passou. Aliás, se eu não engano, a Cia das Letras era a única editora que possuía estande próprio no FIQ do ano passado, e por já terem mostrado efetiva participação num evento de quadrinhos, foi uma grande falta não termos um estande deles também na Rio Comicon.

É uma pena que as outras editoras também não tenham se pronunciado a respeito da ausência delas na Rio Comicon, pois assim ficamos sem o lado delas da história, e ficamos sem saber se isso ocorreu de fato por descaso com o evento por parte delas, ou se houve falha de comunicação por parte da organização, como parece ter ocorrido no caso da Cia das Letras.

Cadu Simões autografando uma edição da revista do Homem-Grilo.
Autografando a revista do Homem-Grilo.

Mas se a organização do evento e as editoras parecem estar batendo cabeças, os quadrinistas ao menos estão fazendo suas partes e muitos deles participaram da Rio Comicon, seja com estandes próprios ou vendendo seus quadrinhos de mão em mão mesmo. Isso, aliás, é algo que também já vinha ocorrendo no FIQ, e se intensificou ainda mais na Rio Comicon. Como disse o Gabriel Bá em seu blog, somente o contato direto entre o autor e o público é que realmente pode consolidar o mercado nacional de quadrinhos. E a participação dos quadrinistas na Rio Comicon foi uma amostra disso.

Ao que tudo indica, a Rio Comicon será anual, então já teremos uma outra edição do evento em 2011. E segundo o Roberto Ribeiro, também haverá mais uma edição do FIQ em novembro do ano que vem. Ou seja, para 2011 já temos confirmados ao menos dois eventos internacionais de quadrinhos sendo realizados no Brasil. Isso sem contar com o boato que tenho ouvido de que São Paulo também sediará uma Comic Con no ano que vem (mas ao que parece, esse evento não será organizado pela mesma equipe do FIQ e da Rio Comicon). E quanto mais eventos de quadrinhos tivermos pelo Brasil melhor será, pois isso só contribui para o crescimento do mercado brasileiro. De minha parte, tentarei estar presente na maior quantidade de eventos que puder, pois adoro estar em contato direto com meus leitores, e saber diretamente da boca deles o que eles acham do meus quadrinhos.

Pra finalizar, segue abaixo alguns links de outras análises e relatos feito por outras pessoas sobre a Rio Comicon:

  • Gibizada: O Télio Navega e a Lívia Brandão fazem um balanção geral da Rio Comicon. Aliás, vale dar uma olhada nos outros posts do Gibizada sobre o evento, pois ele fizeram uma cobertura bem completa.
  • Daniel Gnattali: Divertido relato sobre a Rio Comicon feito em quadrinhos por Daniel Gnattali (algo parecido com as coberturas em quadrinhos da Campus Party que eu e o Gil Tokio fizemos).
  • Quadrinhos pra Quem Gosta: Um detalhado relato de todos os dias da Rio Comicon feito por Gabriel Guimarães, incluindo até mesmo as oficinas, como a minha de webcomics.
  • Dimensão X: Outro relato bem legal da Rio Comicon feita pelo Ygor, que inclusive comprou algumas revistas minhas – e espero que ele tenha gostado. =D
  • Denis Mello: Como foi a Rio Comicon sob o ponto de vista do quadrinista Denis Mello, que estava lá no evento com um estande vendendo suas HQs .
  • Uarévaa: Mais outro divertido relato da Rio Comicon, feito pelo Julio (vulgo Freud), e que também adquiriu uma edição da revista do Homem-Grilo – provavelmente pra forrar a casinha do cachorro dele. =)
  • The Beat: Um extensivo relatório da Rio Comicon feito por Jeff Newelt, um dos membros do ACT-I-VATE, coletivo de webcomics que foi uma das minhas inspirações na criação do Quarto Mundo.

É isso aí cambada, até o próximo evento de quadrinhos. ;D

São Paulo Comic Fair

São Paulo Comic Fair

Este ano, o Anime Friends, o já tradicional evento de animação japonesa, terá outros eventos acontecendo simultaneamente e dividindo o espaço do Mart Center (Rua Chico Pontes nº 1500, Vila Guilherme – São Paulo) durante os dias 09, 10, 11, 15, 16, 17 e 18 de julho. E entre esses eventos está a 1º São Paulo Comic Fair, voltado para os quadrinhos em geral.

O São Paulo Comic Fair contará com diversas atividades, incluindo palestras, workshops, feira de fanzines e apresentações de cosplay com personagens de quadrinhos.

Também haverá no evento um estande do Quarto Mundo vendendo diversos quadrinhos independentes, incluindo alguns meus, como o Homem-Grilo e Nova Hélade.

Confira abaixo a descrição das palestras e workshops que vão acontecer nesse evento:

PALESTRAS

Como resolver uma página de HQ! – Com Luke Ross.
Dia 17/07, Sábado – 15:00h as 16:00h (1 hora de duração).
A palestra consiste em:
– Detalhar a formação artística de Luke Ross;
– Comentar sua entrada no mercado norte-americano e como se mantém nele;
– Mostrar uma galeria de imagens que resumem a carreira do artista;
– Na prática e ao vivo, Luke mostrará como interpreta um roteiro e desenha uma página de HQ!

Colorização em HQ – Com Rod Reis.
Dia 11/07, Domingo e dia 16/07/2010, Sexta-Feira -11:30h às 12:30h (1 hora de duração).
Nesta Palestra você aprenderá os fundamentos e princípios usados pelos mais importantes coloristas em seus processos de trabalho e também saberá as exigências do mercado para aqueles interessados em se aventurar nessa área!

Publicando HQ’s no mercado nacional e americano! – Com Eduardo Ferigato.
Dia 18/07, Domingo – 14:00 às 15:00h (1 hora de duração).
O desenhista Eduardo Ferigato falará sobre seu trabalho com histórias em quadrinhos para o Brasil e Estados Unidos. Sobre a Graphic Novel Fractal, produzida junto com a roteirista Marcela Godoy e também sobre seu novo trabalho para o mercado americano de quadrinhos “The Last Phantom” Projeto da editora Dynamite que relança o clássico personagem Fantasma para a geração atual de leitores de HQ. Com capas de Alex Ross!

Como criar uma HQ, do Roteiro à Impressão! – Com Caio Majado.
Dia 11/07, Domingo – 13:30h às 14:30h (1 hora de duração).
Até chegar ao produto final, uma história em quadrinhos passa por muitas etapas. Hoje em dia, graças as informações que a internet nos trouxe e os recursos mais viáveis, criadores de histórias em quadrinhos podem agora lançar de uma forma independente (ou não) a tão sonhada edição impressa de uma verdadeira HQ!

Criação e Edição de HQ’s! – Com Caio Majado.
Dia 18/07, Domingo – 13:00h às 14:00h (1 hora de duração).
Criação, roteiro, desenho, arte-final, cores, letras, finalização, revisão, design e impressão, todos os passos que um editor de verdade precisa saber de uma maneira prática e dinâmica estão nesta palestra criada e ministrada por Caio Majado.

Como ser um desenhista bem sucedido! – Com Fabrízio Yamai.
Dia 09/07, Sexta-Feira – 15:30 às 16:30h (1 hora de duração).
O que é ser um desenhista bem sucedido? É ser famoso? É ganhar dinheiro com o desenho? Ou são as duas coisas? E a pergunta mais importante: o que fazer então para conseguir ganhar dinheiro ou ficar famoso com o desenho?
Todo aspirante a desenhista um dia já teve estas dúvidas. E nesta palestra, Fabrízio Yamai irá expôr as suas próprias experiências nesse mercado. Não perca!

Arte Sequencial: A relação dos Quadrinhos com Cinema! – Com Coletivo Quadricine.
Dia 09/07, Sexta-Feira – 14:30 às 15:30h (1 hora de duração) e Dia 11/07, Domingo – 16:30 às 17:30h (1 hora de duração).
O Coletivo Quadricine apoiado pelo Funcultura (Fundo Municipal de Cultura) apresenta essa palestra que abarca na prática e na teoria as linguagem das histórias em quadrinhos e do audio visual!

Roteiristas: Como funciona esse mercado – Com Emílio Baraçal.
Dia 9/07, Sexta-Feira – 11:30 às 12:30h (1 hora de duração) e dia 16/07, Sexta-Feira – 12:30 às 13:30h (1 hora de duração).
Como é o mercado para roteiristas no Brasil? Onde estudar? Quem contrata? Quais são as chances? O que preciso fazer se quiser virar roteirista profissional? Todas essas e outras perguntas serão respondidas nessa palestra!

A rotina de um Roteirista – Com Emílio Baraçal.
Dia 10/07, Sábado – 11:30 às 12:30h (1 hora de duração) e dia 17/07, Sábado – 11:30 às 12:30h (1 hora de duração).
Qual é o processo de trabalho de um roteirista assim que ele senta para escrever? Como organiza tudo? Como prossegue adiante? Com que tipo de material ele lida? Prazos, rendimentos e outros detalhes ajudarão roteiristas amadores e aspirantes a roteiristas a organizarem melhor sua rotina diária!

Diferenças entre Roteiros de Comics e Mangás – Com Emílio Baraçal.
Dia 11/07, Domingo – 16:30 às 17:30h (1 hora de duração) e dia 18/07, Domingo – 11:30 às 12:30h (1 hora de duração).
Como se dá o processo de escrita dos comics e dos mangás? São parecidos? São diferentes? Quais são seus principais aspectos? A cultura de cada um é realmente um diferencial no processo criativo? Essas e outras respostas para quem deseja entender melhor as diferenças e semelhanças entre tais gêneros de HQ’s!

Montando uma equipe de arte: Produzindo uma revista no Brasil – Com Emílio Baraçal.
Dia 15/07, Quinta-Feira – 11:30 às 12:30h (1 hora de duração).
Como montar uma equipe criativa entrosada para a elaboração de histórias em quadrinhos. Como tem que ser o relacionamento entre os integrantes? Como é a rotina entre roteirista, desenhista, arte-finalista, colorista e letrista? Como devem ser suas reuniões? O que um deve fazer pelo outro para que a engrenagem de criação continue rodando? Como apresentar esse material para os editores? Os detalhes fundamentais estão todos aqui!

Passos para a construção, edição e publicação de um livro no Brasil! – Com Carolina Munhóz.
Dia 15/07, Quinta-feira – 17:30h as 18:30h (1 hora de duração).
A escritora Carolina Munhóz irá conversar sobre a trajetória de seu livro de ficção juvenil A FADA.

WORKSHOPS

Inspiração, Mensagem e Trama! – Com Daniel Esteves.
Dia 18/07, Domingo – 12:00h às 14:00h (2 horas de duração).
Dicas práticas de roteirização de Histórias em Quadrinhos, através de exemplos e do método de trabalho do palestrante. Como trabalhar uma história desde a inspiração e ou proposta, passando pelo ponto de vista a respeito de um TEMA e como trabalhar a mensagem dentro da trama!

Workshop de Pintura com Lápis de Cor – Com Mario Freire.
Dia 11/07, Domingo e dia 15/07, Quinta-Feira – das 15h às 18h – Vagas Limitadas!
Além do workshop, haverá avaliação de portfólio sobre o tema, dicas e muito mais! Mas corra, as vagas são limitadas a apenas 10 pessoas por dia, e para quem fizer sua reserva, concorrerá automaticamente a um desenho exclusivo, feito pelo próprio Mário Freire durante o workshop!

Perspectiva para HQ – Com Caio Majado.
Dia 10/07, Sexta-Feira – 14:00 às 16:00h (2 horas de duração) – 10 vagas.
Aprenda sobre a linha do horizonte, a construir cenas com 1 e 2 pontos de fuga, macetes para construir uma cena utilizando grades de perspectiva sem o uso do ponto de fuga. Como enriquecer sua cena com detalhes sem perder tempo e estimulo, e muito mais!

Meu primeiro mangá: Rosto – Com AreaE.
Dia 09/07, Sexta-Feira – 12:00h às 14:00h (2 horas de duração) e dia 15/07, Quinta-Feira – 12:00h às 14:00h (2 horas de duração) – 10 vagas.
Aprenda a estrutura básica para construir o rosto de um personagem no estilo mangá e saiba como utilizar essa ferramenta para estudar os traços de diversos artistas e futuramente criar o seu próprio traço.

Anatomia feminina – Com AreaE.
Dia 10/07, Sábado – 16:00h às 18:00h (2 horas de duração) e dia 17/07, Sábado – 12:00 às 14:00h (2 horas de duração) – 10 vagas.
Aprenda a proporção da anatomia feminina no estilo mangá. Veja as características do corpo feminino e descubra como movimentá-lo e rotacioná-lo usando estruturas.

Anatomia masculina – Com AreaE.
Dia 11/07, Domingo – 12:00h às 13:30h (1 hora e meia de duração) e dia 18/07, Domingo – 16:00 às 18:00h (2 hora de duração) – 10 vagas.
Aprenda a proporção da anatomia masculina no estilo mangá. Veja as características do corpo masculino e descubra como movimentá-lo e rotacioná-lo usando estruturas.

Diferenciação do rosto masculino e feminino e envelhecimento – Com AreaE.
Dia 16/07, Sexta-Feira – 16:00 às 18:00h (2 horas de duração) – 10 vagas.
Aprenda a caracterizar o rosto do seu personagem de acordo com o sexo e a idade. Dicas e truques para evitar que todos os seus personagens fiquem com a mesma cara.

O ABC do Roteiro – Com Emílio Baraçal.
Dia 09/07, Sexta-Feira – 14:00h às 16:00h (2 horas de duração) e dia 16/07, Sexta-Feira – 4:00h às 16:00h (2 horas de duração).
Oficina onde os alunos aprenderão a base para se criar qualquer roteiro para qualquer mídia, contendo as técnicas mais básicas de criação. Ideal para quem sequer imagina como um roteirista cria suas histórias. Com análise de trechos de vídeos.

Roteiro de HQ – Com Emílio Baraçal.
Dia 11/07, Domingo – 13:30h às 15:00 (1 hora e meia de duração) e dia 18/07, Domingo – 14:00h às 16:00h (2 horas de duração).
Os detalhes primordiais para roteirização de uma boa HQ, independente de gênero. Como lidar com questões como humor, ação, número de páginas, estilo, formatação, entre outros aspectos que são exclusivos das HQs.

Processos de Roteirização – Com Emílio Baraçal.
Dia 17/07, Sábado – 14:00h às 16:00h (2 horas de duração).
Conheça nessa oficina a linha cronológica na criação de uma nova série de quadrinhos, seja ele comics ou mangá. A parte mais importante na roteirização é seguir essa linha para que possa escrever boas histórias e cumprir eficientemente os prazos.

Desenhos a partir de referências fotográficas! – Com Wilson Kohama.
Dia 10/07, Sábado – 12:00h às 14:00h (2 horas de duração).
Será abordado no workshop como escolher a ambientação correta, como estilizar ou se inspirar de uma foto para seu desenho, análises técnicas de fotos para estruturar figuras diversas e quais processos podem ser feitos para tirar as fotos corretas para referência da sua criação!

Modelismo e Molde! – Com Logan Barros.
Dia 09/07, Sexta-feira – 16:00h às 18:00h (2 horas de duração).
Essa oficina mostrará as etapas para criar bonecos, action figures e estatuetas dos seus personagens favoritos de HQ, mangá, cartoon, filmes e tudo que sua imaginação permitir!

Para se inscrever nos workshops e obter maiores informações sobre o evento, visite o site oficial do São Paulo Comic Fair.

Palestras e Oficinas sobre Quadrinhos na Casa das Rosas

Neste mês de maio a Casa das Rosas (Av. Paulista, 37 – Bela Vista, São Paulo) terá uma programação de debates, palestras e oficinas sobre quadrinhos. Confira abaixo o release do evento.

“Histórias em quadrinhos já foram marginais, já foram indesejadas. Hoje são reconhecidas como uma das portas de entrada de crianças e jovens no mundo da leitura. Assim, a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura tem sua programação de maio voltada para esta arte, com palestras e oficinas, demonstrando a relação estreita entre HQ, literatura e poesia. Além disso, fará uma homenagem ao cartunista Glauco, morto em março deste ano, cuja obra será sempre uma referência em nossa cultura. Gonçalo Jr., o autor de A Guerra dos Gibis, vai ministrar um curso que terá como ênfase a evolução histórica e a censura.

Maio também é o mês da Virada Cultural. A Casa das Rosas preparou uma programação muito especial que terá como destaque os shows de Tetê Espíndola, Sérgio Ricardo, Lanny Gordin e Quarteto Kroma.

Sérgio Ricardo é outro destaque do mês. A Casa das Rosas comemora os 60 anos de carreira do artista com a exposição Artistas de Rua (de 1º a 15), o lançamento de Canto Vadio, biografia que integra a coleção Aplauso da Imprensa Oficial do Estado, e o show ao lado do instrumentista Filó no dia 15, na Virada Cultural.”

Confira a Programação:

HOMENAGEM AO CARTUNISTA GLAUCO
Com Caco Galhardo,
Data: domingo, 2.
Horário: 16 horas.
O cartunista Caco Galhardo presta sua homenagem a uma das grandes referências em sua carreira, o cartunista Glauco Vilas Boas.

EVENTOS ESPECIAIS

FEIRA DE LIVROS DA DEVIR
Data: sábado e domingo, 29 e 30.
Horário: 10h às 20h.
A editora Devir traz grande variedade títulos de mangás, super-heróis, quadrinhos adultos e edições de arte, além de uma seleção especial de quadrinhos e álbuns importados.

CICLO DE MESAS-REDONDAS

AS ATUAIS MUDANÇAS E TRANSFORMAÇÕES DOS QUADRINHOS NO BRASIL
Data: sábado, 22.
Horário: 15h.
Mediador: Silvio Alexandre.
Convidados: André Conti (Companhia das Letras), Rogério de Campos (Conrad), Douglas Quinta Reis (Devir) e Rogério Saladino (Panini/Mythos).
Bate-papo com os editores da Companhia das Letras, Panini, Devir e Conrad sobre as recentes e significativas mudanças do mercado de quadrinhos, o crescente aumento de investimento no setor, além da produção de quadrinhos nacionais e a nova safra de autores.

MANGÁ É A NOSSA LÍNGUA: O FENÔMENO CULTURAL DOS QUADRINHOS JAPONESES NO BRASIL
Data: sábado, 29.
Horário: 15h.
Convidados: Marcelo del Greco e Arnaldo Oka, ambos da JBC.
Marcelo Del Greco (editor-chefe) e Arnaldo Oka (tradutor-chefe), dos mangás JBC, contam como funcionam a edição e a tradução dos quadrinhos japoneses, as novidades da Editora para esse ano e tudo sobre o Campeonato Mundial de Cosplay – o WCS 2010.

CICLO DE PALESTRAS

TONINHO E A PRESENÇA DA CIRCO EDITORIAL
Data: domingo, 9.
Horário: 15h.
Com Toninho Mendes.
O editor da Circo Editorial, Toninho Mendes, responderá perguntas do público sobre a trajetória das revistas Chiclete com Banana (Angeli), Revista Circo de Quadrinhos (vários autores), Geraldão (Glauco), Piratas do Tietê (Laerte), Striptiras (Laerte) e Big Bang Bang (Adão). Ao final da conversa, serão sorteados dez títulos autografados pelo editor.

QUADRINHOS COMO POESIA
Data: sábado, 22.
Horário: 13h.
Com Fábio Moon e Gabriel Bá.
Tanto em quadrinhos quanto na poesia, se você sabe escolher bem as palavras, atinge a todos de uma maneira que a prosa ou a ilustração não conseguem. O que incluir e o que deixar de fora é a chave para contar uma boa história.

A PRODUÇÃO EDITORIAL DOS ESTÚDIOS MAURICIO DE SOUSA
Data: domingo, 23.
Horário: 15h.
Com Sidney Gusman.
Há quase quatro décadas, as revistas em quadrinhos de Mauricio de Sousa reinam absolutas nas bancas brasileiras. São, pelo menos, três gerações de leitores que cresceram com as aventuras da Turma da Mônica.

BIENVENIDO AOS QUADRINHOS ARGENTINOS
Data: domingo, 30.
Horário: 14h.
Com Paulo Ramos.
Quino, Maitena e Liniers são três dos poucos autores que tiveram trabalhos em quadrinhos traduzidos e publicados no Brasil. As editoras nacionais historicamente ignoram a produção argentina de historietas. Durante a palestra, haverá o lançamento do livro Bienvenido – um passeio pelos quadrinhos argentinos.

PROJETO MEIO-DIA MOVIOLA

Especial “Histórias em quadrinhos”, com curtas-metragens adaptados dos quadrinhos.

O ASSASSINATO DA MULHER MENTAL
Joel Caetano.
Data: quinta-feira, 6.
Horário: 12h30.
Antigos heróis se juntam para desvendar o assassinato de uma ex-companheira. Durante a investigação, descobrem algo maior acontecendo.

UNDERTAKER
Cláudio Ellovitch.
Data: quinta-feira, 13
Horário: 12h30.
Um funerário sequestra Terezinha. Antônio vai tentar um resgate.

A CAUDA DO DINOSSAURO
Francisco Garcia.
Data: quinta-feira, 20.
Horário: 12h30.
Baseado em obra original de Angeli. No submundo decadente de uma cidade em ruínas, onde tudo era proibido, uma mulher busca o último dos prazeres.

SUPER-HERÓI FORA DE SÉRIE – 2006
Ale McHaddo e Paulo de Tarso Mendonça “Disca”.
Data: quinta-feira, 27.
Horário: 12h30.
Um jovem nerd, fã de quadrinhos, não está contente com sua vida. Inspirado nos personagens que lê, decide criar uma identidade secreta.

CURSOS

As inscrições podem ser feitas na recepção da Casa das Rosas, de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
Documentação necessária: 1 foto 3×4; xerox do RG; xerox do comprovante de residência.
Com entrega de certificado (mínimo de 70% de frequência).
Taxa: R$ 10,00.
Obs.: Solicita-se o envio de carta de intenção para avaliação dos professores que irão ministrar os cursos e oficinas da Casa das Rosas em maio.
Endereço: contato.cr@poiesis.org.br.Título: carta de intenção.

HQ E A REBELIÃO DA LINGUAGEM
Com Reynaldo Damazio.
Data: quartas-feiras, 5, 12, 19 e 26.
Horário: 19h30 às 21h30.
Vagas: 35.
Curso abordará criadores de histórias em quadrinhos da segunda metade do século XX que realizaram variada experimentação com as linguagens literária e da ilustração. Entre os autores comentados, terão destaque Robert Crumb, Hector Oesterheld, Art Spiegelman, Marjane Satrapi, Lourenço Mutarelli, Fabio Moon e Gabriel Bá.

O PAPEL INVISÍVEL DO DESENHISTA – ILUSTRANDO UMA HQ
Com Sam Hart.
Data: quintas-feiras, 6, 13, 20 e 27.
Horário: 19h30 às 21h30.
Vagas: 15.
Idade mínima: 14 anos.
As aulas serão compostas pela elaboração de uma página de HQ por meio do estudo e exercícios de composição de página, narrativa, layout e comunicação voltada à linguagem da HQ. Também serão feitas comparações e analogias com outras artes narrativas, como cinema, música e literatura. A ênfase será na compreensão da HQ como linguagem – cuja finalidade sempre é a comunicação, de ideias, experiências, vivências, memórias e/ou emoções.

A GUERRA DOS QUADRINHOS
Com Gonçalo Jr.
Data: sextas-feiras, 7, 14, 21 e 28.
Horário: 19h30 às 21h30.
Vagas: 35.
O autor de A Guerra dos Gibis ministra um curso com ênfase na evolução histórica e na censura. Serão discutidas desde as primeiras experiências no final do século XIX até chegar às graphic novels e à invasão dos mangás, mostrando como os quadrinhos foram perseguidos, acusados de induzir jovens ao crime, à prostituição e ao homossexualismo.

OFICINA DE CRIAÇÃO EM HQ
Com Caco Galhardo.
Data: terças-feiras, 4, 11, 18 e 25.
Horário: 19h30 às 21h30.
Vagas: 20.
Em quatro aulas, o cartunista Caco Galhardo fala de seu processo de criação e desenvolve processo coletivo com tiras, cartuns e HQs, com a finalidade de produzir um Fanzine.

OFICINA DE FANZINES
Com Gualberto Costa.
Data: quartas-feiras, 5, 12, 19 e 26.
Horário: 19h30 às 21h30.
Vagas: 20.
Os alunos que já têm experiência com desenho terão a oportunidade de conhecer as várias formas de confecção de uma publicação independente de quadrinhos e de fazerem sua própria revista.

EXPOSIÇÕES

DA BIBLIOCASA – “LIVROS ADAPTADOS PARA HISTÓRIAS EM QUADRINHOS”
Curadoria: Christina Bielinski Ramalho.
De 1º a 31 de maio.
Resgate de títulos relacionados aos quadrinhos. Serão expostos autores que tiveram suas obras adaptadas para HQ e revistas neste formato presentes no acervo de Haroldo de Campos.

JUVENIL

OFICINA DE MANGÁ
Com Mayumi Ito.
Data: domingos, 2, 9, 23 e 30.
Horário: 15h às 18h.
Se o desenho chama a atenção, leva o leitor a ler as primeiras páginas. Orientações para desenhar o personagem no estilo mangá, proporções, estilos, olhos, cabelos, roupas, movimento.

Quadrinhos em Debate

A partir de hoje será realizado no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (Av. Deputado Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte, São Paulo) uma semana temática sobre quadrinhos, com diversas palestras e workshops. Confira abaixo a programação completa do evento:

Palestra: Produzindo Comics:
Com Renato Guedes, responsável por títulos como Superman, OMAC é considerado um desenhista “realista” devido ao seu trabalho em HQs adaptadas do cinema e da TV, como 24 Horas, Smallville e Jogos Mortais.

Bate-papo sobre o atual mercado de quadrinhos de super-heróis norte-americanos: o processo de trabalho, de publicação e de edição de uma revista em quadrinhos, bem como os processos editoriais, apresentação de portifolio e preparação para o mercado. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 20/02, sábado, 17h.

Palestra: Trabalhando para a DC Comics
Bate-papo com Ivan Reis, desenhista da DC Comics e um dos mais importantes nomes das HQs de super-heróis do mundo. Laterna Verde, Action Comic, Superman e Blackest Night são alguns de seus principais trabalhos. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 20/02, sábado, 19h.

Palestra: Desenhos Faroeste
Bate-papo com Alberto Pessoa, quadrinista, professor e pesquisadores de HQ. Atualmente trabalha na série Purgatory. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 21/02, domingo, 14h.

Palestra e Workshop: Colorização Digital de Quadrinhos
Com Rod Reis, colorista da DC Comics e ilustrador de diversos livros de RPG, revistas e HQs. Entre seus principais trabalhos estão: a premiada série Holy Avenger, Supergirl, Dungeon and Dragons, Teen Titans etc.

O convidado abordará a importância das cores no processo de criação de uma HQ e coordenará, em seguida, um workshop de colorização de quadrinhos. Palestra: Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 23/02, terça, 16h. Workshop: 18 a 29 anos. 12 vagas. Sala 13. Dia 23/02, terça, 17h.

Palestra: Roteiro para História em Quadrinhos
Com: Marcela Godoy, escritora, roteirista, tradutora/adaptadora de HQs e autora dos romances O Primeiro Relato da Queda de um Demônio e Liah e o Relógio.

Um recorte sobre os principais aspectos na composição de um roteiro de HQ: a criação de personagens, a trama e as técnicas de escrita. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 23/02, terça, 19h.

Palestra: O Universo Feminino nas HQs:
Com Patrícia M. Borges, professora em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP, foi indicada para o Troféu HQ MIX 2006, com a tese Traços Ideogramáticos na Linguagem dos Animes.

Patrícia trata da representação das mulheres e do universo feminino nas HQs: as autoras, as leitoras e algumas personagens, com enfoque para Rê Bordosa , Maitena , Mônica e Valentina. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 26/02, sexta, 16h.

Palestra: Narrativa em Quadrinhos:
Com Marcelo Campos, desenhista e roteirista de histórias em quadrinhos, é o criador do personagem Quebra-Queixo, com o qual ganhou os prêmios Angelo Agostini e HQ Mix.

O que diferencia as histórias em quadrinhos das outras mídias são as suas ferramentas de linguagem específicas, aprimoradas ao longo dos anos por centenas de artistas, no que chamamos de narrativa ou storytelling. A intenção deste bate-papo é apresentar uma base desta estrutura de linguagem, seus símbolos gráficos e um pouco da evolução do que chamamos sintaxe. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 27/02, sábado, 13h.

Por Dentro do Cosplay
Com Comics Cosplay Brasil, grupo de cosplay focado em apresentação de personagens de quadrinhos. O grupo esclarecerá o funcionamento desse “hobbie” chamado cosplay: jogo lúdico praticado, sobretudo, por jovens e que consiste em fantasiar-se de algum personagem real ou ficcional – como animes, mangás, comics ou grupos musicais – na tentativa de interpretá-los na medida do possível. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 27/02, sábado, 15h.

Palestra: HQs e Fanzines – o caso Fantasia-Filosófica
Com Gazy Andraus, professor na UNIFIG, Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA-USP e premiado com a melhor tese de 2006 pelo HQ-MIX.

A palestra enfoca a questão da autoria nas HQs mundiais e sua verve artística, em especial no estilo ético-estético sui generis da Fantasia-Filosófica. Ao mesmo tempo mostra que também nos fanzines (especialmente de HQ), a autoria e a arte são experienciadas e desenvolvidas de maneira livre e vanguardista, influenciando a criação de um quadrinho profissional mais artístico e maduro. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 27/02, sábado, 19h.

Café Cultural: Quadrinho de Humor É Coisa Séria?
Quem comanda o Café Cultural deste mês é o quadrinista Francisco Marcatti Jr, considerado o mais importante autor de quadrinhos underground no Brasil e criador de trabalhos consagrados como: Mariposa (prêmio Ângelo Agostini de melhor roteirista de 2005) e A Relíquia (adaptação da obra de Eça de Queirós). Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 21/02, domingo, 16h.

Workshop: Garage Kit
Eric Vaz, formado em Desenho Industrial – ProgramaçãoVisual, dá aulas de desenho no estilo mangá, e também atua como pesquisador e integrante do Congresso Internacional de Estudos Japoneses no Brasil.

O workshop abordará técnicas de desenho, modelagem, pintura, limpeza e eliminação de defeitos e bolhas na produção de um boneco de resina onde. Ao final, o aluno aprenderá a confeccionar seu próprio Garage Kit. 18 a 29 anos. 05 vagas. Ateliê. Dias 23, 24 e 25/02, terça a quinta, 13h.

Workshop: Quadrinhos em Estilo Mangá
Thiago Spyked, desenhista, quadrinista e designer gráfico. Atualmente é editor e coordenador da Editora Crás, que trabalha unicamente com fanzines e publicações independentes.

Serão abordadas algumas técnicas e tendências da arte seqüencial oriental, além de suas origens e de seu impacto sócio-cultural. Os participantes terão uma breve orientação sobre estilo, conceitos e influências do mangá e serão estimulados a exercitar a prática do desenho. 18 a 29 anos. 20 vagas. Espaço Sarau. Dia 24/02, quarta, 16h.

Workshop: Arte Final em Quadrinhos:
Com Jose Wilson Magalhães, arte-finalista da revista Superman, da DC Comics e da Disney.

A arte-final é a próxima etapa da produção da história em quadrinhos, após o desenho a lápis. Feita com nanquim em pincel, bico de pena ou caneta, a arte-final dá acabamento e vida ao desenho. Os participantes terão uma breve noção de materiais, tipos de traço e esquema de produção, e farão os primeiros traços de arte-final com nanquim em pincel. 18 a 29 anos. 20 vagas. Espaço Sarau. Dia 25/02, quinta, 16h.

Diálogos com Allan Sieber
O convidado desse mês é Allan Sieber, quadrinista alternativo, reconhecido pelo sarcasmo e humor negro de suas obras. Entre suas criações destacam-se as tiras Bifa-Land (publicada no jornal Estadão), Vida de Estagiário e Preto no Branco (publicadas na Folha de S. Paulo). Atualmente, Allan trabalha na produtora Toscographics, produzindo animações e vinhetas para TV, rádio e jornal. Livre. 30 vagas. Espaço Sarau. Dia 27/02, sábado, 17h.