Tudo é um Remix

Foi lançada no dia 16 de fevereiro a quarta parte do ótimo documentário Everything is a Remix. E se você não viu as outras partes, estão todas disponíveis e legendadas neste link: http://vimeo.com/baixacultura

A mensagem deste documentário é bem simples. Se você acha que você é original, você é um idiota. Pois a originalidade não existe. Nova ideias nada mais são do que a cópia, combinação e transformação de ideias antigas. E o mesmo vale pras obras criadas com essas ideias.

Nem mesmo as primeiras obras literárias de que temos registro na história, que são os poemas épicos, são originais. Esses poemas nada mais são do que recombinações de diversos mitos que já vinham sendo contados e recontados há centenas de anos antes pela tradição oral. Então, meu amigo, se nem mesmo a Ilíada e a Odisseia, que foram compostas há cerca de três mil anos atrás, são originais, não é a sua história criada agora que vai ser.

E como autores devemos ter consciência disso, e começarmos a lutar para que as leis de direitos autorais voltem a ser o que sempre deveriam ter sido, uma lei que incentive e proteja os autores (e unicamente os autores, e não os intermediários e atravessadores, afinal, é lei de direito AUTORAL) ao mesmo tempo que preserve a cultura humana e tudo que foi produzido com ela e partir dela como um domínio público rico e livre para que todos possam criar e recriar em cima. Não podemos mais deixar que empresas como a Disney, que cresceu e enriqueceu em cima de obras de domínio público, tentem agora acabar com o próprio domínio público ao elevar sistematicamente o período de proteção do copyright (que começou em 14 anos, e que no EUA já está em 100 anos após a morte do autor) através do lobby no congresso norte-americano com o que ficou popularmente conhecido como Lei Mickey.

Autores, já passou da hora de acordarmos pra realidade, e não mais deixarmos que a cultura humana, fonte de nossas obras, vire propriedade privada eterna de poucas corporações. Toda obra tem origem no domínio público, e ao domínio público um dia deve voltar.

Blog Hackeado

Alguns de você já devem ter sabido que meu blog (assim como o do Homem-Grilo e de Nova Hélade) foi invadido por um hacker, explorando uma falha de segurança do wordpress, e corrompeu diversos arquivos, o que obrigou o administrador do servidor a apagar todo os arquivos e tirar o domínio cadusimoes.com do ar até que a invasão fosse contida.

Bem, como vocês podem perceber, o blog já está de volta ao ar. Eu consegui recuperar todo o conteúdo dos posts e das páginas no banco de dados, mas infelizmente acabei perdendo toda a configuração do template, e vou ter que refazê-lo manualmente. Enquanto isso não acontece, vocês vão ter que aguentar esse visual minimalista básico do ComicPress.

Outra coisa que não consegui recuperar são algumas imagens de posts (então se você ver algum link de imagem quebrado, não estranhe) e da página Galeria de Fotos. No entanto, eu tenho todas essas imagens guardadas no meu computador, e vou subindo elas de volta aos poucos (já que é bastante coisa).

Também não consegui recuperar todas as páginas da HQ, mas felizmente também tenho backup delas, e assim como as imagens da página de galeria, pretendo ir aos poucos colocando-as de volta ao ar.

Peço desculpa aos meus leitores por esse incomodo, mas como cuido sozinho do site, e tenho outros trabalhos pra fazer (e outros sites pra administrar), não tenho como colocar a casa em ordem de uma vez. Mas aos poucos eu vou ajeitando as coisas por aqui.

Petisco na Banca de Quadrinhos

Acima você confere os vídeos com a minha participação na última edição do programa Banca de Quadrinhos. Nesse programa eu comento sobre o Petisco, sobre webcomics e quadrinhos digitais em geral, e também dou meus pitacos sobre o reboot da DC Comics.

E lembrando que a Banca de Quadrinhos está tentando um financiamento coletivo (também conhecido como crowdfunding) no site Catarse para bancar sua cobertura do Festival de Quadrinhos de Belo Horizonte, que acontece entre 09 e 13 de novembro deste ano. É possível fazer colaborações de R$ 10 a R$ 3000, e dependendo da quantia que você colaborar, você receberá algo em troca (que pode ser, por exemplo, kit de revistas, camisetas, DVDs, etc). Eu já fiz a minha colaboração pros caras. Vai lá você também fazer a sua colaboração, pois a cobertura da Banca de Quadrinhos do último FIQ foi muito boa, e a deste ano tem tudo pra ser ótima também. Mas pra isso eles precisam da ajuda de vocês. =D

HQCon 2011 em Florianópolis

HQCon 2011

Nos dias 13 e 14, neste próximo fim de semana, acontece em Florianópolis, no Floripa Shopping, a segunda edição do HQCon. E eu estarei esse ano novamente no evento (pois já havia sido convidado pra participar da edição do ano passado), vendendo minhas HQs em um estande que o Petisco irá dividir com a Balão Editorial.

Além disso, Guilherme Kroll, Daniel Esteves, Felipe Meyer e eu estaremos ministrando durante o evento diversas oficinas relacionadas a quadrinhos. A minha oficina será a já tradicional sobre Webcomics e Quadrinhos Digitais. O valor da inscrição na oficina será de 40 reais, e deverá ser feito através deste link. E quem se inscrever na oficina, ganhará de brinde um pacotão de quadrinhos, contendo títulos dos autores do Petisco, do Quarto Mundo e da Balão Editorial.

E além dessa participação na HQCon, também farei em Florianópolis, no dia 11, quinta-feira, um lançamento, na revistaria A Toca, da quarta edição de Nova Hélade, que eu também já havia lançado em Curitiba, durante a Gibicon.

Então, vejo vocês em Floripa! =D

Oficina de Webcomics e Quadrinhos Digitais no SESC Ribeirão Preto

Como Fazer Webcomics

No dia 26 deste mês irei ministrar no SESC de Ribeirão Preto uma oficina de webcomics e quadrinhos digitais. Será basicamente a mesma oficina que já ministrei em outros lugares, como a última que fiz no CCJ, mas com uma hora a mais de duração, o que permitirá detalhar mais alguns tópicos do assunto (como a instalação e configuração do ComicPress).

Como sempre, além de abordar os aspectos técnicos sobre a produção, divulgação e comercialização de webcomics, também irei falar sobre assuntos correlacionados e que são de vital importância pra quem produz quadrinhos na Internet, como licenças livres, direito autoral, pirataria e scans.

A oficina é gratuita, e a inscrição deve ser feita no próprio SESC (Rua Tibiriça, 50, centro, Ribeirão Preto – SP).