O Detetive do Absurdo

Tenho um projeto antigo de história em quadrinhos chamado “Midgard 42”, que resumidamente pode ser definido como um “Homens de Preto” só que com seres sobrenaturais em vez de alienígenas. Esse projeto ficou mofando na gaveta por vários anos por falta de desenhista (aliás, como muitos projetos meus). Até que o Will me convidou para escrever um roteiro para um personagem dele recém-criado, o Demetrius Dante (roteiro esse que foi desenhado pelo Laudo e publicado na segunda edição da revista do Sideralman).

Enquanto escrevia esse roteiro, percebi que o universo que havia criado para “Midgard 42” casava perfeitamente com o do detetive do absurdo. Vi aí uma boa oportunidade de tirar da gaveta meu antigo projeto. Como o universo do Demetrius ainda não tinha muitos detalhes, e o próprio personagem ainda não tinha um histórico desenvolvido, perguntei ao Will se poderia usar os elementos e personagens que havia criado para “Midgard 42” nas histórias do Demetrius Dante. O Will, como o cara legal que só ele é, aceitou.

E assim, comecei a povoar o universo do Demetrius com meus personagens, como o Bicudo, um “cãosomem” que mora nas ruas do centro de São Paulo, ou Hatshepsut, a primeira faraó mulher, e que agora está reencarnada como uma gata preta, ou ainda Homero, o próprio, que fez um acordo com as musas que o tornou imortal. Além desses personagens que já existiam em “Midgard 42” e que foram “importados”, também criei alguns novos para enriquecer mais ainda o histórico de Demetrius Dante, como sua irmã Cassandra, que assim como a heroína trágica, possui dons premonitórios, ou seu pai Demócritos, cujo passado está repleto de vários mistérios.

E é por todo esse meu envolvimento com o Demetrius Dante que fico muito feliz de ver o Will publicando a primeira revista em quadrinhos do personagem, e que terá lançamento no próximo fim de semana, durante o Festival Guia dos Quadrinhos. Minha colaboração nessa revista se resume a uma HQ de uma página, mas a edição traz também uma HQ escrita pelo Alex Mir e outra pela Mônica Lan. Mas aguardem que já estou escrevendo mais roteiros para o detetive do absurdo, que serão publicados tanto no site do personagem, quanto em futuras edições impressas.

E se você ainda não conhece o Demetrius Dante, pode ler várias HQs dele gratuitamente no Petisco.

Capa do gibi do Demetrius Dante.

Deixe uma resposta