Demetrius Dante e a Zombie Walk SP 2009

Demetrius Dante,Will,Cadu Simões,Laudo,Omar,Zombie Walk,Quadrinhos

Essa é a primeira página de uma HQ que eu escrevi do Demetrius Dante e que foi desenhada pelo Laudo e arte-finalizada pelo Omar. Ela será publicada na segunda edição da revista do Sideralman, a ser lançada no fim deste mês. Aliás, essa revista também irá trazer uma HQ do Sideralman escrita por mim.

Tanto o Sideralman, o paladino de Nova-Luz, quanto o Demetrius Dante, o detetive do absurdo, são personagens criados pelo Will, e eu me sinto muito honrado por ele ter confiado em mim para escrever roteiros de seus personagens, ainda mais sabendo do meu estilo de humor surtado, nonsense e nada convencional que costumo imprimir em minhas histórias. =)

A trama dessa história do Demetrius eu reaproveitei de uma micro-hq dele de apenas duas páginas que eu já havia escrito pra segunda edição do Contos da Madrugada. Basicamente é o seguinte; zumbis de verdade invadem a Zombie Walk em São Paulo e Demetrius Dante tem que detê-los para impedir que a cidade se transforme num caos maior do que já é.

O que fiz então para essa versão da história que será publicada na Sideralman nº 2 foi aumentar o número de páginas e adicionar novos elementos a trama. Inclusive, as páginas estão cheia de referências a esse universo cult dos zumbis (que na verdade, acho que nem são mais tão cult assim e já cairam no gosto popular).

E por falar em Zombie Walk SP, a deste ano acontecerá no dia 02 de novembro (dia de finados), mas os percurso mudou, e diferente dos anos anteriores não será iniciada no MASP. O ponto de encontro dos mortos-vivos será na Praça da Patriarca, e a caminha zumbi seguirá até a Praça Roosevelt, onde os participantes da Zombie Walk poderão fazer uma parada na livraria HQ Mix e comprar a Sideralman nº 2 com essa minha HQ do Demetrius Dante. =)

6 respostas para “Demetrius Dante e a Zombie Walk SP 2009”

  1. Oi Danilo. O Demetrius Dante é de fato animal. Gostei muito de escrever uma HQ dele, e em breve espero escrever outras.

    Aliás, outro personagem animal é o Necronauta, e gostaria muito de algum dia escrever um roteiro pro seu personagem – mas se vc não gostar, é só jogar o roteiro no lixo e tá tudo certo. =)

  2. Valeu Cadu, mas segura as pontas, que por enquanto quero escrever tudo do personagem sozinho, pra estabelecer bem o estilo e o universo. Mais pra frente (assim que eu entregar todos os projetos que estou desenvolvendo, e de um possível volume 2) talvez eu abra espaço para convidados.

  3. Beleza, Danilo! Vou aguardar então quando você tiver aberto pra colaborações pra te enviar o roteiro – e de todo modo, eu preciso terminar de escrevê-lo. =)

    Mas a história que eu queria contar com o Necronauta seria fechada, e não teria repercursão no universo ou na cronologia que você está desenvolvendo pro personagem. E nem seria uma história original, na verdade ela tem cerca 2600 anos de idade. 😉

    A minha idéia seria reaproveitar o mito de Sísifo contado na obra de Apolodoro. A trama é a seguinte: Sísifo está prestes a morrer é visitado por Tânatos (a personificação da morte pros antigos gregos), mas ardilmente Sísifo consegue prender Tânatos, evitando assim a sua morte. Mas com Tânatos preso, ninguém mais no mundo pode morrer também. Então na minha versão dessa história pro Necronauta, a missão do nosso salva-vidas dos mortos seria resgatar ninguém menos do que a própria Morte para que assim todos possam voltar a morrer =D

Deixe uma resposta