Como Fazer uma História em Quadrinhos e Entrar no Mercado de HQs

Apesar de não ser nenhum expert em quadrinhos, esse ano vai fazer dez anos que estou trabalhando com HQs, e por isso costumo receber muitas perguntas e dúvidas da galera que está começando agora ou quer começar. E essas perguntas podem ser resumidas em basicamente duas: Como se faz uma história em quadrinhos? E como se faz pra entrar no mercado de quadrinhos?

Bem, eu vou deixar que dois mestres dos quadrinhos respondam essas perguntas por mim, usando para isso os próprios quadrinhos.

O primeiro deles é o Laerte, em uma página de quadrinhos que ele fez para a edição nº 9 da revista Piratas do Tietê publicada em maio de 1991.

Laerte - Como Fazer um Fanzine

E o nosso segundo mestre é o Scott McCloud. Vamos ver o que ele diz nesta página retirada de seu livro Reiventando os Quadrinhos publicado originalmente em 2000.

Como fazer uma Revista em Quadrinhos

Pois bem, como o Laerte e o McCloud deixam claro em suas HQs, começar a publicar e vender sua própria revista em quadrinhos é algo bem simples, não requer prática, muito menos experiência, e nem necessita da presença de um adulto por perto. =)

E hoje fazer e publicar quadrinhos é ainda mais fácil, e não requer nenhum gasto com impressões ou xerocs. Você só precisa montar um blog/site e começar a publicar seus quadrinhos na Internet como eu faço. E então basta você conquistar os seus mil fãs verdadeiros que irão bancar a sua produção.

É claro que essa sustentabilidade da sua produção de quadrinhos não virá da noite para o dia. É preciso de alguns anos publicando constantemente, e ganhando quase nada, para que isso aconteça. Por isso, para viver fazendo quadrinhos é preciso de muita força de vontade, autodisciplina e perseverança. Não é algo fácil, mas, afinal de contas, o que nessa vida é? =D

Começando pelo Fim

Tira - Laerte

Eu tenho exatamente este problema. Possuo uma facilidade enorme pra criar finais, tanto que começo a escrever minhas histórias por aí. Já criar bons começos, que consigam prender a atenção do leitor, é um desafio enorme e dificílimo.